Acrílica

Dentes postiços produzidos com resinas(espécie de plástico).

Acrílica Completa Inferior e Superior

Dentadura postiça produzida totalmente com resinas (espécie de plástico).

Apicectomia

Extracção da ponta da raiz de um dente através da gengiva, retirando simultaneamente o “quisto” que o afecta. É uma técnica de cirurgia complexa que implica uma anestesia.

Aplicação Tópica de Flúor

Aplicação de flúor nos dentes com a finalidade de reduzir a sensibilidade ou prevenir a cárie.

Consertos

Reparações nas dentaduras “não fixas”.

Coroa Acrílica Provisória

Capa produzida na totalidade em resina, sem metal no seu interior que se coloca enquanto se produz a capa definitiva.

Coroa Metalo – Acrílica

Capa sobre o dente, com base em metal, coberta com um plástico especial, de cor natural idêntico aos dentes naturais.

Coroa Metalo – Cerâmica

Capa sobre o dente, com base em metal, coberta com cerâmica.

Curetagem Sub – Gengival por Quadrante

Limpeza de boca retirando o tártaro que se introduz nas gengivas, afectando a quarta parte das arcadas dentárias, ou seja, a metade da arcada superior ou a metade da arcada inferior.

Espigões

Pequenos cravos que se colocam na dentina (material básico do que é formado o dente) sem utilizar o centro do nervo.

Esquelética

“Dentadura Postiça” que não afecta a totalidade dos dentes e que o paciente pode retirar. A base da sua estrutura é em metal.

Exodontia Complicada

Se por anormalidade anatómica se apresentam dificuldades de extracção de um dente. Utiliza-se, sobretudo em extracções dos sisos ou em dentes que muito cariados se fracturam no acto da extracção.

Exodontia de Decíduos

Extracção de troços de raízes que ficaram como consequência de uma extracção difícil, ou por destruição espontânea de um dente cariado.

Exodontia de Dentes Inclusos

Extracção de um dente, que está no interior da gengiva, tendo que se proceder à abertura da mesma para se poder proceder à extracção.

Exodontia Simples

Extracção de um dente, sem nenhuma complicação.

Férula

Aparelho utilizado para aliviar a pressão entre as arcadas dentárias. Geralmente é utilizado em pacientes que “rangem” os dentes produzindo um desgaste excessivo.

Gengivectomia

Extirpação de gengivas soltas. Implica habitualmente anestesia.

Mantenedores de Espaço

Peça que se coloca onde falta um dente, durante um certo tempo, evitando que os dentes contínuos tenham tendência para se inclinar, ocupando o espaço livre.

Núcleo Fundido

Colocação de um núcleo metálico no canal do nervo de uma raiz, que já não poderá ter nervo. Sobre este núcleo coloca-se o tipo de coroa que se deseje.

Ortodontia

É uma especialidade de Estomatologia. Inclui todas as técnicas destinadas a melhoras o defeito da posição dos dentes do paciente, para conseguir uma melhor mecânica mastigatória e uma melhor função estética. Podem utilizar-se aparelhos diversos, divididos em dois grandes grupos “fixos” e “móveis”.

Ortopantomografia

Radiografia realizada com a placa colocada no exterior da boca, utilizando um aparelho giratório (ortopantomografo), que permite ver claramente todos os dentes. Muito aplicada na detenção de cáries e em ortodontia.

Ponte Metalo- Acrilica

É uma prótese que substitui, de forma fixa, dentes apoiados em capas.

Ponte Metalo- Cerâmica

Trata-se de uma prótese que substitui, de forma fixa, dentes apoiados em capas.

Prótese

Aparelhos que substituem total ou parcialmente um membro ou um órgão.

Prótese Fixa

São dentes postiços ou capas que o paciente não pode retirar sem recurso ao dentista.

Pulpectomias Multiradiculares

É o acto de retirar o nervo de dentes com mais de uma raiz.

Pulpoctomia

É o acto de retirar a polpa do nervo, colocando em sua substituição um produto que vai desfazer a raiz do dente. É mais aplicado nas crianças, em alternativa à Pulpectomia.

Radiografia Apical, Oclusal e Interproximal

São aquelas em que a placa fotográfica se coloca no interior da boca.

Rebasamento

Chama-se rebasamento ao “rechear” com resina de uma prótese móvel que não se ajusta bem.

Restauração de 2 Fases

Deve realizar-se quando a cárie afecta mais de uma parede dentária. É de execução difícil e geralmente deve praticar-se com anestesia. Pode aplicar-se Amálgama ou Compósito.

Restauração de 3 ou mais faces

Deve executar-se quando a cárie afecta pelo menos 3 paredes dentarias. É de execução difícil e deve praticar se com anestesia. Pode aplicar-se Amálgama ou Compósito.

Restauração Simples com Amálgama

Chamamos restauração simples a que afecta uma só parede de um dente e que se pode realizar com facilidade. Amalgama é um material de restauração composto fundamentalmente de prata e mercúrio, de cor escura e por isso pouco estético, mas de longa duração. Aplica-se especialmente em molares ou em zonas pouco visíveis.

Restauração Simples com Compósito

Igual ao caso anterior, mas realizada com compósito material branco e mais estético que a Amálgama, mas menos resistente.

Selante de Fissura (Por Quadrante)

Aplicação de uma espécie de “verniz” protector, nos pontos onde podem vir aparecer cáries.

Teleradiografia

Realizada com a placa fotográfica fora da boca e com o aparelho de Raio X situado a grande distância do crânio do paciente.